O cuidado à pessoa mentalmente adoecida e internada: vivências e percepções da equipe multiprofissional

Bárbara Pereira da Rocha, Camila Cristiane Formaggi Sales, Gabriella Michel dos Santos Benedetti, Tereza Maria Mageroska Vieira, Magda Lucia Félix de Oliveira

Resumo


Objetivo: Compreender as vivências e percepções da equipe multidisciplinar de um hospital psiquiátrico, ao cuidar de pessoas
mentalmente adoecidas. Método: Estudo descritivo-exploratório, de abordagem qualitativa, com a participação de 12 profissionais
da equipe multiprofissional de um hospital psiquiátrico. O roteiro de coleta de dados, semiestruturado, foi respondido em dois meses.
Os relatos foram analisados, por meio da análise de conteúdo. Resultados: Dos relatos emergiram três categorias: Enfrentando
desafios ao atuar em um hospital psiquiátrico; Consolidando sentimentos e habilidades a partir do cuidado; Ressignificando o cuidado
em um hospital psiquiátrico, por meio das quais se evidenciou que, apesar de inúmeras dificuldades vivenciadas, esse cuidado tem
produzido nos profissionais sentimentos de gratidão e satisfação, sobrepondo-se, por vezes, aos desafios experienciados. Novos
significados que os fazem dispor de suas habilidades profissionais e pessoais, para qualificar e otimizar a assistência, contribuem para
a humanização da assistência. Conclusão: Ressaltam-se dificuldades estruturais, como fontes adicionais de financiamento, para o
suprimento de recursos humanos e materiais, com vistas a minimizar o excesso de carga de atividades, valorização do trabalho
realizado e reconhecimento dos profissionais.

Palavras-chave


Hospitais Psiquiátricos; Empatia; Pessoal de Saúde; Equipe de Assistência ao Paciente.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v10i0.3686

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175