A saúde da pessoa idosa no contexto da pandemia pelo Coronavírus: considerações para a enfermagem

Aline Miranda da Fonseca Marins, Ana Maria Domingos, Sabrina da Costa Machado Duarte, Rafael Barroso Gaspar, Simone Feliciano de Abreu, Lizandra Quintiliano de Carvalho

Resumo


Objetivo: Refletir sobre a saúde da pessoa idosa na pandemia pelo COVID - 19, para a elaboração de orientações de enfermagem, dirigidas a Atenção Primária à Saúde e à Assistência Hospitalar Especializada. Método: Análise e discussão à luz da produção científica sobre a COVID 19, pautando-se em indicadores epidemiológicos, clínicos, políticos, sociais e espirituais, considerados estruturantes do cuidado de enfermagem. Resultados: Identificou-se que a prática de enfermagem deve ser direcionada à pessoa idosa em três situações específicas e a seus desdobramentos: o idoso frágil e acamado na comunidade; o idoso autônomo e independente em isolamento social; o idoso em potencial risco de hospitalização. Conclusão: O estudo identificou que idosos acamados, residentes em comunidades, compõem o grupo de alto risco dessa pandemia. Entende-se que os esforços para que a situação seja contida, requer empenho coletivo e conscientização da população e do cuidador do idoso. Sendo então, a articulação, os esforços e apelos realizados pelos profissionais de saúde, parte fundamental, para que ocorra a promoção da saúde e não só auxílio para resolutividade de comorbidades e recuperação dele. Ademais, também é dever do Estado acolher a população vulnerável, considerando os determinantes sociais implicados no processo de adoecimento a fim de minimizar os danos.

Palavras-chave


Enfermagem Geriátrica; Idoso; Infecções por Coronavirus; Atenção Primária à Saúde; Hospitalização

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v10i0.3789

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175