Conhecimentos, atitudes e práticas sobre aleitamento materno entre puérperas em alojamento conjunto

Viviane Cordeiro de Queiroz, Smalyanna Sgren da Costa Andrade, Edna Samara Ribeiro César, Karen Krystine Gonçalves de Brito, Cintia Bezerra Almeida Costa, Simone Helena dos Santos Oliveira

Resumo


Objetivos: Avaliar o conhecimento, atitude e prática sobre aleitamento materno entre puérperas, em alojamento conjunto de uma maternidade com selo de Hospital Amigo da Criança e descrever os motivos do desmame precoce em gestações anteriores. Método: Inquérito com 157 puérperas em alojamento conjunto com análise descritiva e inferencial. Resultados: Faixa etária e paridade associaram-se ao conhecimento e à atitude. Mulheres acima de 26 anos (OR=0,672 [IC=0,564-0,801]) e multíparas (OR =0,750 [IC =0,661-0,851]) têm mais chance de possuírem saberes adequados. A idade mais elevada (OR =0,356 [IC =0,172-0,735]), planejamento da gravidez (OR =0,275 [IC =0,093-0,815]) e multiparidade (OR =0,475 [IC =0,229-0,985]) foram fatores de proteção à atitude. A consulta pré-natal associou-se à prática (p=0,023) e enquanto fator de proteção (OR=0,313 [IC=0,112-0,873]) ao aleitamento. Conclusão: A Enfermagem pode auxiliar positivamente no conhecimento, na atitude e na prática sobre aleitamento, auxiliando no cuidado preventivo do trauma mamilar como causa importante do desmame precoce.

Palavras-chave


Conhecimentos; Atitudes e Prática em Saúde; Aleitamento Materno; Razão de Chances; Alojamento Conjunto; Enfermagem.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v11i0.4162

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175