Avaliação da capacidade funcional de idosos para o desempenho das atividades instrumentais da vida diária: um estudo na atenção básica à saúde

Gerson Souza Santos, Isabel Cristina Kowal Olm Cunha

Resumo


Com o crescente aumento do número de idosos, cresce também, a necessidade de utilização de instrumentos de avaliação da capacidade funcional para o desempenho de atividades quotidianas, destes as quais se relacionam com a sua autonomia e independência funcional do idoso. Este estudo objetivou avaliar a capacidade funcional de idosos para o desempenho de atividades instrumentais da vida diária. Estudo transversal quantitativo, realizado com 340 idosos cadastrados em uma Unidade Básica de Saúde da Família no município de São Paulo. Os idosos eram, na sua maioria mulheres, na faixa etária de 60 a 69 anos, afrodescendentes, sem cônjuge, com baixa escolaridade, aposentadas, com renda de 1 a 3 salários mínimos, arranjos familiares multigeraicionais, com doenças cronicas e inatividade física. Os idosos que participaram deste estudo apresentam alto grau de dependência para as atividades instrumentais da vida diária realizando contudo, a maior parte das atividades com auxilio. Destacam-se tomar remédios em doses e horários corretos, cuidar das finanças e realizar trabalhos manuais.

Palavras-chave


idoso; Atividades cotidianas; Estratégia Saúde da Família.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v0i0.421

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175