Paradigma da integralidade no currículo e nas estratégias de ensino em enfermagem: um enfoque histórico-cultural

Fábio da Costa Carbogim, Denise Barbosa de Castro Friedrich, Vilanice Alves de Araújo Püschel, Larissa Bertacchini de Oliveira, Heloísa Ribeiro do Nascimento

Resumo


Analisar o Projeto Político Pedagógico (PPP) do curso de enfermagem a partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para graduação em enfermagem (DCN), assim como propostas de transformação curricular e estratégias de ensino que viabilizem a integralidade. Pesquisa qualitativa, na perspectiva da abordagem histórico-cultural. No cenário histórico-cultural da instituição, a integralidade enquanto eixo norteador ainda é uma realidade em construção. Nota-se forte influência das Diretrizes Curriculares sobre o PPP do curso. Os docentes acreditam que um marco teórico que oriente do início ao fim, o Projeto Político do Curso, no sentido da integralidade, representa um caminho. Em relação às estratégias de ensino, tem-se o portfólio enquanto instrumento e a tecnologia da problematização.Há necessidade de conexões a partir de um exercício crítico compartilhado, requerendo redes de comunicação e cooperação entre os envolvidos no processo de ensino/cuidado permeado pela integralidade.

Palavras-chave


Enfermagem;Educação em Enfermagem; Currículo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v0i0.426

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175