Caracterização dos pacientes de quimioterapia e hormonioterapia de uma unidade de oncologia

Claudia das Neves Hisse, Eda Schwartz, Lílian Moura de Lima, Aline Machado Feijó, Bianca Pozza dos Santos, Aline da Costa Viegas

Resumo


Objetivou-se conhecer as características sociodemográficas e econômicas, as morbidades autorreferidas e os hábitos de vida das pessoas com câncer em tratamento quimioterápico e hormonioterápico, atendidas em uma unidade de oncologia de um hospital de ensino de um município da Região Sul do Brasil. Estudo descritivo, de recorte transversal, com uma abordagem quantitativa, aplicado a 221 pessoas no período de março a junho de 2010. O banco de dados foi elaborado no software Epi-info e analisado no programa Epi-data. Os participantes, na sua maioria, eram do sexo feminino, da raça branca, com baixo grau de escolaridade e com baixa renda. A hipertensão foi a morbidade autorreferida prevalente. Na amostra, 10,0% eram fumantes, 43,4% ingeriam algum tipo de bebida alcoólica e 80,5% faziam uso do chimarrão. A partir dos achados encontrados neste estudo, acredita-se que possa haver subsídios à formulação e ao aprimoramento de políticas de saúde direcionadas as pessoas com câncer, que são assistidas pelo Sistema Único de Saúde.

Palavras-chave


Neoplasias; Quimioterapia; Perfil de saúde; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.492

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175