Dificuldades vivenciadas em um serviço de atendimento móvel de urgência: percepções da equipe de enfermagem

Suélen Fonseca da Silva, Dirce Beatriz Marquardt Lucio, Silomar Ilha, Grassele Denardini Diefenbach, José Carlos Pereira

Resumo


Objetivou-se conhecer as principais dificuldades vivenciadas pela equipe de enfermagem que atua em um serviço de atendimento móvel de urgência na percepção da equipe de enfermagem. Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva de abordagem qualitativa, realizada com quatro enfermeiros e 14 técnicos de enfermagem no período de março a abril de 2013 na sede dos serviços de atendimento móvel de urgência em uma cidade da região central do Rio Grande do Sul, Brasil. Os dados coletados por meio de entrevista semiestruturada, contendo questões mistas foram submetidos à Análise de Conteúdo de Bardin, emergindo nas categorias: Desconhecendo a função do SAMU; Dificuldades com a central de regulação; Estratégias que possibilitam a melhoria do serviço. O estudo permitiu aos sujeitos (pesquisador e pesquisados) refletirem acerca da atuação junto ao Serviço de Urgência Móvel, instigando a reflexão acerca de possíveis estratégias para melhoria da realidade investigada.


Palavras-chave


Socorro de urgência; Assistência pré-hospitalar; Equipe de assistência ao paciente; Enfermagem em emergência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.541

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175