Perfil epidemiólogico dos usuários de benzodiazepínicos na atenção primária à saúde

Vanessa Pereira Silva, Nadja Cristiane Lappann Botti, Valéria Conceição de Oliveira, Eliete Albano de Azevedo Guimarães

Resumo


Trata-se de um estudo transversal, cujo objetivo foi de identificar o perfil epidemiologico dos usuários de benzodiazepínicos. A amostra intencional foi composta de 219 usuários de benzodiazepínicos cadastrados em 4 equipes de saúde da família sendo que a coleta de dados ocorreu entre os meses de janeiro a maio de 2013. Para a tabulação e a análise descritiva dos dados utilizou-se os softwares Epidata 3.1. e EPINFO 6.04 Os resultados apontam que a maior parte dos usuários de benzodiazepínicos são do sexo feminino,auto declarados negros ou pardos, com idade entre 53 e 60 anos, com baixo nível de escolaridade e renda familiar. Na caracterização das condições de saúde da amostra,observou-se que 69,9%dos ussuários relatam possuir algum tipo de doença. O Clonazepam foi o BZD mais utilizado. O tempo de uso prolongado foi observado,o que caracteriza uso indevido. O principal motivo de uso foi insônia seguido por motivo de ansiedade. O perfil encontrado direciona para a necessidade de promover mudanças nas condutas de prescrição, dispensação e utilização de benzodiazepínicos nas unidades de APS.


Palavras-chave


Benzodiazepínicos; Atenção Primária; Saúde mental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.546

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175