Conhecimento dos adolescentes de uma escola da rede pública sobre as principais doenças sexualmente transmissíveis

Mônica Oliveira Rodrigues, Priscilla Sete de Carvalho Onofre, Patrícia Peres Oliveira, Júlia Lamese Amaral

Resumo


Este estudo teve como objetivo identificar o conhecimento dos adolescentes de uma escola de ensino da rede pública de São Paulo-SP sobre as principais doenças sexualmente transmissíveis. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, abordagem quantitativa, realizado com estudantes de idade entre 15 e 17 anos. Participaram do estudo 91 adolescentes. A coleta de dados foi realizada no período de agosto a setembro de 2012 por meio de um questionário, onde as variáveis foram analisadas calculando-se as frequências absolutas e relativas. Os resultados apontaram predominância do sexo feminino e estado civil solteiro, a idade média foi de 16,6 anos. A maior parte dos entrevistados já obteve informações sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis na escola, principalmente por meio do professor, e acham necessário que este assunto seja abordado no local. Apesar disso, os estudantes apresentaram conhecimento inadequado sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis, os modos de prevenção e suas principais características. Ao verificar o conhecimento dos entrevistados, concluiu-se que as informações adquiridas pelos alunos foram insuficientes para compreensão e consciência a respeito dos riscos sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis. 


Palavras-chave


Adolescente; Doenças sexualmente transmissíveis; Educação sexual.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.754

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175