Inconsistências das anotações de enfermagem no processo de auditoria

Jacyara Almeida Barreto, Gilberto Gonçalves de Lima, Camila Fernanda Xavier

Resumo


O Brasil vem aumentando seus gastos com saúde. Esta questão exige dos enfermeiros repensar suas funções administrativas e cooperar no resultado econômico das instituições, uma vez que a equipe de enfermagem é a que passa o maior tempo com os pacientes e manuseiam com maior frequência o prontuário. Esse trabalho ressalta a importância das anotações de enfermagem serem corretas. O objetivo desse estudo foi identificar as principais falhas nas anotações de enfermagem dos prontuários dos pacientes. Trata-se de um estudo descritivo, realizado por meio de uma revisão integrativa da literatura. Foi possível identificar falta de atenção da equipe de enfermagem na realização dos registros e foram encontrados como principais falhas a falta de identificação e carimbo do executor da tarefa, ausência de alguns itens importantes no preenchimento, letras ilegíveis, erros de ortografia, utilização de terminologia incorreta, siglas não padronizadas e sem referências em algum local do prontuário, rasuras e uso de corretivos. É necessário investir em capacitação dos profissionais da saúde buscando qualidade nas anotações de enfermagem para que se possa dar continuidade ao cuidado bem como obter respaldo ético e legal frente aos aspectos jurídicos.


Palavras-chave


AUDITORIA DE ENFERMAGEM, REGISTROS DE ENFERMAGEM, ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.917

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175