Perspectiva materna acerca da repercussão da violência doméstica infantil no desenvolvimento humano

Mirna Albuquerque Frota, Ludmila Barbosa de Lima, Maria Girleuda de Paiva Oliveira, Caroline Soares Nobre, Camila Santos do Couto, Ceci Vilar Noronha

Resumo


Objetivo: conhecer a perspectiva materna acerca da violência doméstica praticada contra crianças e a repercussão destes atos no desenvolvimento humano. Método: estudo de delineamento qualitativo, realizado em uma Organização Não Governamental da cidade de Fortaleza-Ceará. Participaram vinte e três mães durante o período de julho a outubro de 2013, mediante entrevista semiestruturada. A análise temática foi escolhida para análise do corpus, que consistiu em quatro etapas: pré-análise, exploração do material, retomada dos objetivos iniciais da pesquisa e elaboração de indicadores que orientaram a categorização dos dados. Resultados: emergiram as categorias: “Absurda”: significado da violência infantil sob a ótica materna e Repercussões da violência doméstica infantil no desenvolvimento humano. Conclusão: situações violentas perpetradas na infância, ou seja, de forma precoce, relacionam-se a profundos desarranjos na vida, uma vez que podem desvirtuar a maneira de lidar com os problemas, bem como gerar indivíduos deficientes no âmbito do desenvolvimento humano.


Palavras-chave


Violência doméstica; Criança; Desenvolvimento infantil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v6i2.976

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175