Processo de trabalho do profissional de nível médio de enfermagem na estratégia saúde da família

Hellen Ariane Ribeiro, Heloisa Maria Siqueira Rennó, Tarcisio Laerte Gontijo, Ricardo Bezerra Cavalcante

Resumo


É preciso refletir sobre a inserção do profissional de nível médio na Estratégia Saúde da Família, e com isso conhecer sua condição de trabalho, atuação, e sua importância para a equipe. Teve-se como objetivo analisar a percepção do profissional de nível médio de enfermagem sobre o seu processo de trabalho na ESF. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa. Foi desenvolvido em unidades de saúde da família, em um município de médio porte brasileiro. Realizaram-se entrevistas abertas, com oito profissionais de enfermagem. Utilizou-se a Análise de Conteúdo, para organização e análise dos dados coletados. Nos resultados verificou-se que os profissionais valorizam um processo de trabalho norteado para a realização de procedimentos visando ações curativas em detrimento de ações de prevenção e promoção. Perceberam-se es curativa em detrimento de açrabalho norteado para a realizaçbalho em dificuldades como a falta de estrutura, grande demanda espontânea para ser atendida e burocratização do processo de trabalho. Também apresentam uma dualidade de sentimentos representados pela satisfação e a frustração com o seu processo de trabalho. Conclui-se que é preciso repensar a formação deste profissional, bem como sua inserção na equipe de saúde da família numa perspectiva de valorização de seu conhecimento. 


Palavras-chave


Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v6i3.985

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175