Características pessoais e familiares entre adolescentes infratores

Camila Corrêa Matias Pereira, Carine Gabriele Silva Zambalde, Cecília Canquerini Lambert, Poliane Moreira Costa, Jacqueline Simone de Almeida Machado, Nadja Cristiane Lappann Botti

Resumo


Objetivo: descrever sobre as características pessoais e familiares entre adolescentes infratores em cumprimento de medida socioeducativa. Método: trata-se de uma pesquisa quantitativa desenvolvida com 40 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa. Foram utilizados como instrumentos de coletas de dados os questionários Teen Addiction Severity Index e o Drug Use Screening Inventory. Resultados: verificou-se idade média de 16,78 anos com 5,48±3,55 meses em cumprimento de medida socioeducativa. A maioria se declarou parda, evangélica e com Ensino Fundamental incompleto. O tráfico foi o ato infracional mais frequente e a maconha a droga de uso mais comum. A maioria relatou que os familiares já tiveram problemas em casa, no trabalho ou com amigos por causa do uso de drogas e é expressivo o número de familiares que também apresenta conflito com a lei. Conclusão: identificou-se influência da família na vida do adolescente no que se relaciona ao ato infracional e ao uso de drogas.


Palavras-chave


Adolescente; Comportamento do adolescente; Família; Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v6i2.991

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175