Adesão ao tratamento antirretroviral: uma intervenção multiprofissional

Danieli Bandeira, Teresinha Heck Weiller, Adalvane Nobres Damaceno, Natália Raguzzoni Cancian, Gilvane Souza dos Santos, Sandra Trevisan Beck

Resumo


Objetivo: relatar a experiência de residentes multiprofissionais na intervenção realizada a usuários e profissionais da saúde, a partir dos resultados de pesquisa que verificou fatores que dificultam a adesão ao tratamento antirretroviral entre indivíduos em tratamento para a Sindrome da Imunodeficiência Adquirida.  Metodologia: trata-se de um relato de experiência,onde usuários não aderentes, acompanhados no ambulatório de adesão de um Hospital Universitário e de um Centro de Testagem e Aconselhamento foram atendidos pela equipe multiprofissional. A intervenção realizou-se nos meses de abril de 2013 a fevereiro de 2014 e obteve autorização do Comitê de Ética e Pesquisa, constituiu-se de quatro etapas: busca ativa; aplicação de questionários; consulta multiprofissional; e intervenção junto aos profissionais da atenção primária à saúde. Resultados: a atenção multiprofissional mostra-se um aliado na melhoria da qualidade de vida. Considerações finais: o trabalho em redes entre os níveis de atenção corrobora para a garantia da integralidade do cuidado.


Palavras-chave


Atenção à Saúde; Comunicação Interdisciplinar; Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v6i3.994

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175