Incidência da Síndrome de Burnout nos profissionais de enfermagem: uma revisão integrativa

Raquel Fátima de Oliveira, Gilberto Gonçalves de Lima, Gláucia de Sousa Vilela

Resumo


Objetivo: explorar as produções científicas disponíveis analisando a incidência da Síndrome de Burnout nos profissionais da área da enfermagem. Método: trata-se de uma revisão integrativa da literatura, em que foram encontrados 25 artigos e após leitura de seus títulos e resumos 9 foram selecionados para compor a amostra deste estudo de acordo com os critérios de inclusão e exclusão previamente estabelecidos. Resultados: pôde-se observar através dessa pesquisa que a patologia está presente nos profissionais de enfermagem e que fatores como idade, sexo, tempo de formação, turnos de trabalho e questões institucionais podem interferir no curso da doença. Conclusão: é necessário se fazer uma reflexão a fim de buscarmos, enquanto pesquisadores, acadêmicos e profissionais de enfermagem, o que pode ser feito para amenizar a incidência dessa doença que tem aumentado a cada dia mais nesses trabalhadores que fazem parte de uma categoria tão importante dentro dos serviços de saúde.

Palavras-chave


Incidência; Síndrome; Burnout; Enfermagem

Texto completo:

Port Eng


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1383

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175