Características socioeconômicas, epidemiológicas e laborais de profissionais de enfermagem hospitalar

Sérgio Valverde Marques dos Santos, Flavia Ribeiro Martins Macedo, Zelia Marilda Rodrigues Resck, Roberta Seron Sanches, Denismar Alves Nogueira, Fabio de Souza Terra

Resumo


Objetivo: avaliar as características socioeconômicas, epidemiológicas e laborais de profissionais de enfermagem hospitalar. Método: tratase de um estudo descritivo, transversal e quantitativo, desenvolvido com 393 profissionais de enfermagem de três instituições hospitalares. Para levantamento dos dados, utilizou-se um questionário sociodemográfico e para análise descritiva o software Statistical Package for the Social Science. Resultados: percebeu-se quanto às características socioeconômicas que a maioria dos profissionais estudados é do sexo feminino, entre 30 e 39 anos, é  casada ou convive com companheiros e possui renda familiar mensal de 1.500 a 3.000 reais. Quanto às características epidemiológicas, notou-se que a maioria dos profissionais não consome bebida alcoólica, nem cigarros, sendo que grande parte deles não pratica exercícios, não possui doenças crônicas e não faz uso de medicamentos. Com relação às atividades laborais, grande parte da amostra foi composta por técnicos de enfermagem que trabalhavam no período noturno, tinham carga horária de 42 horas semanais e atuavam em outro vínculo empregatício. Conclusão: ao conhecer os diferentes aspectos desses trabalhadores, facilita-se a coordenação de enfermagem ao instituir medidas que proporcionem melhor adaptação no trabalho e, consequentemente, a qualidade de vida do trabalhador e da assistência prestada aos usuários.

Palavras-chave


Enfermagem; Equipe de enfermagem; Serviços hospitalares

Texto completo:

Port Eng


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1391

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175