Políticas públicas e o usuário de crack em tratamento

Camila Souza Almeida, Margarita Antônia Villar Luis

Resumo


Objetivos: compreender se as políticas atuais estão em conformidade com as demandas e necessidades dos usuários de crack. Método: trata-se de um estudo qualitativo, de natureza explicativa. A pesquisa ocorreu em um CAPS ad II e a amostra foi de conveniência. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com a aplicação da análise de conteúdo. Resultados: O usuário de crack é um indivíduo com demandas de reinserção social, tratamento, angústias e desejos que não encontra na maioria das vezes local ou pessoa, seja ela um profissional da saúde ou família, que lhe acolha. Conclusão: as políticas públicas atuais sobre drogas têm avanços significativos, mas ainda não conseguem abranger todas as nuanças e complexidade do usuário de crack ou de outras drogas. 


Palavras-chave


Políticas públicas; Cocaína crack; Enfermagem

Texto completo:

Port Eng


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1447

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175