Acompanhamento por telefone no pós-alta dos pacientes onco-hematológicos: revisão integrativa da literatura

Renata Miranda Sousa, Fátima Helena do Espírito Santo, Fernanda Machado Pinheiro

Resumo


Objetivo: analisar a produção científica acerca do acompanhamento, por telefone, pelo enfermeiro, no pós-alta do paciente com doença onco-hematológica, na redução do evento de readmissão hospitalar. Método: trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Tal revisão visa responder à seguinte questão de pesquisa: A intervenção no acompanhamento por telefone, pelo enfermeiro, no pós-alta, reduz a readmissão hospitalar dos pacientes com doença onco-hematológica? A pesquisa foi realizada nas seguintes bases de dados: Cochrane Library, PubMed, LILACS e CINAHL. A busca foi iniciada no segundo semestre de 2016 e finalizada em fevereiro de 2017, sem qualquer restrição quanto a idioma e período. Após a análise das publicações, foram selecionados para compor a amostra da pesquisa, seis artigos, que foram submetidos à análise de conteúdo. Resultados: Foram elaboradas duas categorias temáticas: benefícios e desvantagens da consulta através do acompanhamento por telefone realizada pelo enfermeiro-oncologista; elementos necessários à avaliação, pelo enfermeiro durante o acompanhamento por telefone. Conclusão: A intervenção telefônica tem sido um instrumento de trabalho do enfermeiro, que possibilita estar mais próximo ao paciente, quando este se encontra geograficamente longe e mais necessitado de um cuidado que lhe forneça segurança, conforto e qualidade de vida.

Palavras-chave


Telemedicina; Readmissão do paciente; Enfermagem oncológica; Doenças hematológicas.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1824

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175