Aspiração endotraqueal em pacientes com via aérea artificial sob ventilação mecânica invasiva internados em UTI

Vagner José Lopes, Francielle Muller, Marli Aparecida Rocha de Souza, Izabela Andrea da Silva

Resumo


Objetivo: Identificar e analisar as intervenções e o manejo da enfermagem na aspiração endotraqueal em pacientes adultos com
via aérea artificial em ventilação mecânica, internados em unidade de terapia intensiva. Método: Trata-se de uma revisão
integrativa de literatura, com abordagem quantitativa, realizada nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em
Ciências da Saúde e PubMed, por meio dos seguintes descritores: “enfermagem and sucção and unidades de terapia intensiva” e
“nursing and suction and intensive care units”, entre os anos de 2012 e 2017. Resultados: A busca nas bases de dados resultou em
108 artigos; após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão e a análise de conteúdo, nove artigos foram selecionados.
Identificaram-se como intervenção 16 cuidados de enfermagem referentes à prevenção de infecções, colonização bacteriana,
alterações hemodinâmicas e respiratórias e monitorização do paciente durante e após o procedimento de aspiração da cânula
endotraqueal. Conclusão: As intervenções encontradas são relevantes para a prática clínica de enfermagem na aspiração
endotraqueal, porém há a necessidade de avaliação, por meio do exame físico do paciente antes do procedimento, a fim de facilitar
a escolha da técnica ideal e assegurar a tomada de decisão do enfermeiro para a execução do procedimento.

Palavras-chave


Enfermagem; Sucção; Unidades de terapia intensiva.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.1973

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175