O processo de trabalho do enfermeiro na promoção da saúde mental: análise reflexiva

Márcia Gabriela Gomes Nascimento, Nayara Pires Nadaleti, Sueli de Carvalho Vilela, Fábio de Souza Terra, Simone Albino da Silva, Zélia Marilda Rodrigues Resck

Resumo


Objetivo: refletir acerca do processo de trabalho do enfermeiro na promoção da saúde mental, de qualquer natureza, da população atendida na Estratégia de Saúde da Família (ESF). Método: realizada uma reflexão voltada para o processo de trabalho do enfermeiro na promoção da saúde mental da população da ESF. Resultados: A reflexão apresenta-se em duas vertentes: a primeira, em ‘O processo de trabalho do enfermeiro na promoção da saúde no sofrimento mental’, seguida do ‘Processo de trabalho do enfermeiro: abordagem familiar e apoio matricial’. Conclusão: O processo de trabalho do enfermeiro na ESF deve ter abrangência nas diferentes áreas. No entanto, é necessário que se tenha um foco maior na promoção da saúde mental dos indivíduos e das famílias inseridas, tanto em prol da qualidade de vida daqueles que já possuem algum tipo deste transtorno, quanto da prevenção de agravos àqueles em sofrimento mental. Todavia, para que este processo de trabalho seja eficaz, é necessário que este profissional almeje pela educação permanente, a qualificação e a capacitação para suprir esta lacuna do conhecimento e superar suas dificuldades de atuação nesta área, buscando parcerias multiprofissionais, numa atuação interdisciplinar.

Palavras-chave


Saúde mental; Estratégia saúde da família; Enfermeiro.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.2097

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175