Ambiente de trabalho do enfermeiro na divisão de enfermagem materno-infantil de um hospital universitário

José Luís Guedes dos Santos, Fernanda Hannah da Silva Copelli, Roberta Juliane Tono de Oliveira, Aline Lima Pestana Magalhães, Vitória Regina Petters Gregório, Alacoque Lorenzini Erdmann

Resumo


Objetivo: Analisar o ambiente de trabalho do enfermeiro na divisão de enfermagem materno-infantil de um hospital universitário. Método: Pesquisa de método misto com triangulação concomitante de dados. Os dados quantitativos foram coletados com 32 enfermeiros por meio do Brazilian Nursing Work Index Revised e submetidos à análise estatística descritiva. Os dados qualitativos foram obtidos a partir de 12 entrevistas e tratados mediante análise temática. Resultados: A integração entre os resultados mostrou que os enfermeiros têm autonomia, controle do ambiente, boas relações com os médicos e suporte organizacional. Destacou-se o empenho dos enfermeiros em desenvolver a autonomia e obter o controle do ambiente de cuidado por meio do trabalho em equipe. As dificuldades no ambiente de trabalho estão relacionadas à infraestrutura organizacional e articulação entre os serviços. Conclusão: Estes resultados podem contribuir para o desenvolvimento de estratégias para melhorar a satisfação profissional e qualidade assistencial nos cenários de cuidado.

Palavras-chave


Ambiente de trabalho; Gestão em saúde; Enfermagem obstétrica; Pesquisa em administração de enfermagem.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2099

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175