Principais complicações apresentadas durante a hemodiálise em pacientes críticos e propostas de intervenções de enfermagem

Andressa Ferreira Santos Silva, Daniela Mendes Magalhães, Priscilla Roberta Silva Rocha, Renata Ferreira da Silva

Resumo


Objetivos: Identificar complicações apresentadas durante as sessões de hemodiálise em pacientes de uma terapia intensiva do Distrito Federal. Métodos: Estudo descritivo, quantitativo, realizado num hospital público de Brasília, entre junho a agosto de 2015. Os dados foram coletados através de formulário e foram analisadas características como: prescrição da hemodiálise, sinais vitais e complicações durante as sessões de hemodiálise. Resultados: Foram analisadas 31 sessões de hemodiálise, com duração de três a quatro horas; 87,1% da amostra apresentaram pelo menos uma complicação; a média de complicações foi de 2,6 por procedimento. As principais complicações identificadas foram hipotensão, arritmias, hipoglicemia, coagulação do circuito extracorpóreo e hipotermia. Após a interpretação dos dados, foram elaboradas intervenções de enfermagem de acordo com Nursing Interventions Classification (NIC) de 2015. Conclusão: As principais complicações apresentadas foram: hipotensão, arritmias seguidas da hipoglicemia, hipotermia e problemas no circuito extracorpóreo, as quais exigem do enfermeiro, habilidade e conhecimento para reconhecê-las precocemente, de forma que sua competência seja capaz de solucionar intercorrências e garantir a qualidade da assistência.

Palavras-chave


Insuficiência renal; Cuidados Críticos; Diálise renal; Processos de enfermagem.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2327

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175