O impacto do comportamento do idoso com doença de Alzheimer na vida do cuidador

Aline Miranda da Fonseca Marins, Jaqueline Da Silva

Resumo


Objetivo: propor uma reflexão, à luz do Interacionismo Simbólico, sobre o comportamento do idoso com doença de Alzheimer e seus desdobramentos na vida do cuidador. Método: reflexão teórica fundamentada nos preceitos do Interacionismo Simbólico. Optou-se por essa abordagem, pois utiliza como ferramenta a concepção dos próprios atores a respeito do mundo social no qual estão inseridos, atribuindo-lhe significados que refletem nas próprias ações. Resultados: o mundo social do cuidado, vivenciado pelo idoso e seu cuidador não pode ser interpretado em termos de relações determinísticas, pois a natureza dos símbolos é manipulada pelo processo interpretativo e subjetivo de cada cuidador. À medida que ele vivencia sua realidade de cuidado, são estabelecidas transações e interações que se desdobram em demandas de cuidado. Conclusão: Essas demandas apresentam possibilidades reais de intervenção de enfermagem e precisam ser conduzidas a partir da interpretação atribuída e individualizada por cada cuidador.

Palavras-chave


Idoso; Doença de Alzheimer; Enfermagem; Cuidadores.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.2484

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175