Simulação realística como método de ensino no aprendizado de estudantes da área da saúde

Raína Pleis Neves Ferreira, Helisamara Mota Guedes, Dhelfeson Willya Douglas Oliveira, João Luiz de Miranda

Resumo


Objetivo: Avaliar o conhecimento, a satisfação e autoconfiança de estudantes de cursos de graduação em Enfermagem e Medicina, que participaram da simulação realística. Métodos: Trata-se de estudo quase experimental, exploratório e analítico, sobre a utilização do método de ensino tradicional com aula expositiva e método de ensino com simulação realística. Para coleta dos dados, utilizou-se formulário de caracterização dos participantes, avaliação de conhecimento e Escala de Satisfação dos Estudantes e Autoconfiança na Aprendizagem. Análises descritiva e univariada foram conduzidas. Resultados: A cada método de ensino utilizado houve ganho de conhecimento dos participantes (p<0,001). Em relação à escala de satisfação e autoconfiança, os estudantes demonstraram satisfação e autoconfiança com a simulação realística (p<0,001). A integração do método tradicional com simulação, teoria e prática mostrou-se eficaz para a aquisição e, consequentemente, evolução do conhecimento. Conclusão: A simulação é um método que permite aprimorar o conhecimento do estudante e proporcionar maior satisfação e autoconfiança na aprendizagem.

Palavras-chave


Ensino; Exercício de simulação; Triagem; Simulação de paciente.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2508

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175