Vítimas de acidentes de trânsito atendidas por serviço pré-hospitalar móvel de urgência

Rodrigo Assis Neves Dantas, Lívia Maria Nunes Henriques, Daniele Vieira Dantas, Sara Porfírio de Oliveira, Sabrina Daiane Gurgel Sarmento

Resumo


Objetivo: descrever o perfil epidemiológico das vítimas de acidentes de trânsito socorridas por um Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Método: estudo exploratório, descritivo, de abordagem quantitativa dos dados. A coleta foi realizada de janeiro a junho de 2016 em hospital referência em atendimento de urgência e emergência. Resultados: foram analisadas 125 ocorrências de Acidentes de Trânsito, sendo 101 (80,8%) do sexo masculino, com faixa etária entre 18 a 73 anos. Desses, 49,6% estudaram até o Ensino Médio. A Unidade de Suporte Básico à Vida foi utilizada em 87,2% dos casos relatados e 42,4% das vítimas foram socorridas em tempo inferior a 20 minutos, 84% sofreram colisão e 50 (40%) dos acidentes ocorreram pela manhã. Conclusão: a caracterização deste perfil gera subsídios para elaboração de estratégias visando melhorar a qualidade da assistência prestada.

Palavras-chave


Serviços médicos de emergência; Assistência pré-Hospitalar; Acidentes de trânsito; Perfil epidemiológico; Enfermagem em emergência.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2549

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175