A cultura de segurança do paciente no âmbito da enfermagem: reflexão teórica

Graziele de Carvalho Lemos, Cissa Azevedo, Mariana Ferreira Vaz Gontijo Bernardes, Helen Cristiny Teodoro Couto Ribeiro, Aline Carrilho Menezes, Luciana Regina Ferreira da Mata

Resumo


Objetivo: refletir sobre o conceito de Cultura de Segurança e suas dimensões, no contexto da equipe de Enfermagem. Método: estudo descritivo, tipo análise teórico-reflexiva, elaborado por meio de artigos científicos em bases eletrônicas de dados. Resultados: a reflexão foi mobilizada em quatro dimensões: “Compromisso da liderança e aspectos organizacionais”; “Trabalho em equipe”; “Comunicação eficiente e gerenciamento de risco”; e “Aprendizagem organizacional e abordagem não punitiva dos erros”. Contata-se que, para uma cultura de segurança positiva, torna-se imprescindível uma liderança comprometida com a melhoria contínua da qualidade, o estímulo ao trabalho em equipe centrado em apoio mútuo e compartilhamento de informações, bem como avaliação dos erros com foco em discussões dos erros notificados, capacitações e educação contínua. Conclusão: acredita-se que a implementação de intervenções multifacetadas, pautadas nas dimensões da cultura de segurança, possam auxiliar enfermeiros e equipe na prevenção de erros em diversos níveis e setores dos cuidados em saúde.

Palavras-chave


Enfermagem; Segurança do paciente; Assistência à saúde; Gestão da segurança; Cultura organizacional

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2600

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175