Árvore de decisão para o diagnóstico de enfermagem falta de adesão em pessoas vivendo com AIDS

Vinicius Lino de Souza Neto, Richardson Augusto Rosendo da Silva, Igor Alves da Silva, Renan Ribeiro Barbosa Alves, Francisca Simone da Silva, Rogéria Moreira de Abrantes

Resumo


Objetivo: elaborar uma árvore de decisão para formular o diagnóstico de enfermagem “falta de adesão e ansiedade em pessoas vivendo com AIDS”. Método: estudo transversal, com abordagem quantitativa, realizado em hospital referência no tratamento de doenças infectocontagiosas no Nordeste do Brasil. A população estudada consistiu em pacientes com AIDS, hospitalizados na unidade hospitalar. A elaboração dos diagnósticos foi processual, realizada simultaneamente com a coleta de dados, buscando identificar as características definidoras e fatores relacionados/de risco de acordo com NANDA-I. Para o tratamento dos dados coletados, os instrumentos foram numerados e as variáveis codificadas e inseridas num banco de dados. Para análise do grau de concordância, o índice Kappa foi escolhido. Resultados: identificaram-se os principais diagnósticos de enfermagem, como a falta de adesão, que estava presente em 100% dos participantes, com índice de concordância superior a 80%. O estudo identificou as principais características definidoras e fatores relacionados/associados ao diagnóstico. Das respectivas características definidoras e fatores relacionados, a árvore de decisão foi elaborada. Conclusão: o modelo de decisão do diagnóstico falta de adesão apresentou as características determinantes, falta de comportamento de adesão e fatores relacionados, conhecimento insuficiente sobre o regime terapêutico e esquema de tratamento complexo.

Palavras-chave


Terapia antirretroviral de alta atividade; Síndrome da imunodeficiência adquirida; Aderência à medicamentação.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2609

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175