Conhecimento teórico de estudantes de enfermagem sobre o cateterismo vesical de demora

Amanda Martins Lopes, Cristiane Chaves de Souza, Andreza de Oliveira Teixeira, Patrícia de Oliveira Salgado, Pedro Paulo do Prado Júnior

Resumo


Objetivo: avaliar se há diferença no conhecimento teórico de alunos de Enfermagem acerca do cateterismo vesical de demora
entre alunos que aprenderam o procedimento pelo método tradicional de ensino e pelo método da simulação realística. Método:
trata-se de estudo de coorte retrospectivo, cuja amostra foi de 58 alunos de Enfermagem de uma universidade pública do interior
de Minas Gerais. Os dados foram coletados entre setembro e outubro de 2016, utilizando questionário validado auto aplicado, e
analisados utilizando estatística descritiva e teste de Mann-Whitney, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: a média geral
de acertos foi de 6,74, indicando conhecimento satisfatório. Não houve diferença no nível de conhecimento entre os grupos
comparados (p = 0, 72). Conclusões: sugerem-se novos estudos que comparem o nível de conhecimento prático de estudantes que
aprenderam essa habilidade com a metodologia tradicional e com a simulação realística.

Palavras-chave


Enfermagem; Cateterismo urinário; Conhecimento; Simulação; Ensino

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2869

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175