Conhecimento de um grupo de pacientes sobre medicamentos digitálicos por eles utilizados

Paulo Celso Prado Telles Filho, Nayara Figueiredo Vieira, Adriana Inocenti Miasso, Daisy de Rezende Figueiredo Fernandes

Resumo


Este estudo teve como objetivo descrever o conhecimento dos pacientes que utilizam medicamentos digitálicos, no que concerne ao nome, dose, frequência, horário, efeitos esperados e efeitos colaterais. Trata-se de um estudo quantitativo descritivo do qual participaram 25 pacientes de um Hospital do interior do estado de Minas Gerais, através de um questionário estruturado. Destacou-se que 14 (56%) conhecem o nome do medicamento, com relação à dose 10 (40%) a desconhecem, 9 (36%) desconhecem a frequência, 13 (52%) desconhecem o horário, 18 (72%) desconhecem o efeito esperado e 23 (92%) desconhecem os efeitos colaterais. Verificou-se escasso conhecimento acerca dos medicamentos digitálicos sendo de extrema necessidade que a equipe de enfermagem propicie aos pacientes em estudo ações educativas.    


Palavras-chave


Conhecimento; Glicosídeos digitálicos; Pacientes; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.290

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175