Ação da acupuntura no sintoma de fogachos em mulheres após câncer de mama: revisão integrativa

Nazir Felippe Gomes, Bianca Bacelar de Assis, Caroline de Castro Moura, Cissa Azevedo, Joloano Nasser Raydan Viana, Tânia Couto Machado Chianca

Resumo


Objetivo: Investigar evidências, na literatura, acerca da ação da acupuntura no sintoma de fogachos em mulheres, após câncer de
mama e estabelecer um protocolo para o tratamento dessa condição. Método: Revisão integrativa, conduzida em agosto de 2019.
Utilizaram-se bases de dados nacionais e internacionais. Resultados: Foram encontradas 288 pesquisas e 11 foram incluídas no
estudo. A acupuntura demonstrou resultados positivos sobre os sintomas de fogachos. Não há padronização no tratamento, porém
um possível protocolo foi proposto: realização da acupuntura sistêmica ou eletroacupuntura nos acupontos Baço 6, Fígado 3, Rim 3,
Circulação sexo 6, Vaso concepção 4, Bexiga 23 e Vaso Governador 20, agulhas sistêmicas que devem ser manipuladas até obter a
sensação De qi, 10 sessões, uma ou duas vezes por semana, com retenção das agulhas nos acupontos em aproximadamente 25
minutos. Conclusão: a acupuntura parece ser uma intervenção efetiva para o tratamento e controle dos fogachos em mulheres, após
câncer de mama e consiste em uma opção terapêutica a qual o enfermeiro pode executar de maneira autônoma e independente em
todos os níveis de atenção. Torna-se necessária a realização de ensaios clínicos randomizados com a utilização do protocolo proposto
a fim de validá-lo.

Palavras-chave


Acupuntura; Câncer de Mama; Fogachos.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v10i0.3673

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175