Percepção do agente comunitário de saúde sobre educação em saúde em uma unidade básica

Hilda Maria Cardoso Peixoto, Valéria Cristina Lopes, Tadeu Nunes Ferreira, Rogério Gonçalves da Rocha, Patrick Leonardo Nogueira da Silva

Resumo


Objetivou-se identificar a percepção do agente comunitário de saúde sobre educação em saúde em uma Unidade Básica. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, realizada em uma Unidade Básica de Saúde de Minas Gerais na qual a amostra foi composta por 11 agentes comunitários de saúde atuantes nesta instituição. Utilizou-se uma entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de dados. Os mesmos foram gravados e transcritos na íntegra. Os dados foram analisados por meio da Análise de Conteúdo. O projeto de pesquisa foi apreciado e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, protocolo nº 822533. Os resultados demonstraram a dificuldade que os agentes possuem ao trabalharem educação em saúde com a comunidade. Uma das possíveis causas desta dificuldade está na transmissão do conhecimento, já que não são capacitados para determinada função. Portanto, há a necessidade da equipe e dos gestores em trabalharem com os próprios agentes a educação em saúde, transmitindo informação e capacitando-os.


Palavras-chave


Estratégia Saúde da Família; Educação em saúde; Agente comunitário de Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v5i3.912

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175