O absenteísmo entre os trabalhadores de saúde de um hospital público do sul do Brasil

Christiane Brey, Fernanda Moura D'almeida Miranda, Rafael Haeffner, Ivandro Ribeiro dos Santos de Castro, Leila Maria Mansano Sarquis, Vanda Elisa Felli

Resumo


Objetivo: caracterizar o perfil de adoecimento dos trabalhadores de saúde e seu absenteísmo, em um hospital público na região sul do Brasil. Método: descritivo, quantitativo e retrospectivo, no qual foi avaliado o absenteísmo referente ao ano de 2013, captado pela ferramenta "Sistema de Monitoramento da Saúde do Trabalhador de Enfermagem”. Resultados: o perfil dos trabalhadores afastados em sua maioria era do sexo do trabalho, totalizando 4.619 dias perdidos. Observou-se a prevalência de doenças do sistema osteomuscular (16,4%), sendo a mais frequente a dorsalgia (7,14%). Conclusão: a partir dos resultados, faz-se necessário o acompanhamento e verificação dos indicadores de absenteísmo para estabelecer estratégias que visem a sua redução. O absenteísmo-doença é um importante indicador da saúde do trabalhador decorrente de múltiplos fatores.


Palavras-chave


Saúde do trabalhador, Pessoal de saúde, Absenteísmo

Texto completo:

Port Eng


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1135

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175